Caramelo e Bobby

11_15_ghg_rio_teresopolis2CachorroamigofielHoje li uma reportagem que dizia que o cachorro ‘Caramelo’, como ficou conhecido após a tragédia na região serrana do Rio,  foi adotado por uma nova família.  Ele precisou ser recolhido da sepultura405px-Greyfriars-bobby-edin de sua antiga dona, morta nesta tragédia das chuvas.

Ele simplesmente não queria sair de lá…

Fiquei feliz por Caramelo, já que outras pessoas certamente terão o privilégio de ter um amigo fiel e amoroso.

Mas será que ele conseguirá ser fiel a outro dono? Imagino que o pobrezinho precise de tempo para se adaptar à nova vida.

Em todo caso, Caramelo merece ser muito amado! E espero que seja.

Na mesma reportagem, fiquei conhecendo outro cão famoso que depois de ter perdido seu dono, passou 14 anos guardando seu túmulo. Este fato aconteceu na Escócia, em Edinburgo, no século 19. Greyfriars Bobby,  este era o nome dele, inclusive foi tema de livros e de filmes.

Estas histórias são sempre inspiradoras, porque nos fazem ter a certeza de que tudo na vida passa, com exceção do amor – Sim, o amor é eterno.

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Tags: , , , Esse texto foi postado em segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 às 20:56 nas categorias Cachorro, amigos, amizade, amor, animais de estimação. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

3 Comentários para “Caramelo e Bobby”

  1. georgia aegerter escreveu:

    Sonia, imagina que um cao consiga ser fiel e me pergunto como um ser humano nao consegue?

    Essa catástrofe foi reportagem por aqui tb.

    Um bjao

  2. Ainda sobre os animais vitimados pelas chuvas do Rio | O Cantinho da Borboleta Azul escreveu:

    [...] Caramelo e Bobby [...]

  3. sonia escreveu:

    Eu vi essa reportagem eu chorei,que os animais estão ganhando do homem que consegue mais amar o próximo e tão pouco os animais.Sonia

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.