CRIME AMBIENTAL: os botos da Amazônia pedem socorro!!

boto0001

Eu amo os botos! Como nunca fui à região amazônica, ainda não tive a feliz oportunidade de vê-los em seus habitats. Mas hoje, ao ler os jornais pela internet, deparo-me com uma notícia que muito me deixou triste: os lindos botos da Amazônica estão sendo ASSASSINADOS para servirem de iscas! Assim diz a manchete:

Publicada em 08/06/2010 às 17h23m

Usados como isca, botos são alvo de matadores de aluguel na Amazônia

MANAUS – Matadores de aluguel estão sendo contratados na Amazônia para caçar botos. Segundo o pesquisador português do Programa Botos no Pará, Antônio Migueis, a carne do animal é usada como isca para pescar o piracatinga, peixe muito consumido na Colômbia, país vizinho ao estado brasileiro.

Um pescador que prefere não se identificar diz que deixou um emprego para se tornar matador de botos.

- Matamos cerca de 100 ou 200 botos por mês. Puxamos o animal para dentro da canoa e matamos com facão, cassetete, essas coisas – diz.

Segundo o matador, quem contrata o serviço busca o comércio de órgãos do animal, como olhos e partes reprodutivas. A carne também é usada para pescar o piracatinga.

A preocupação com os botos da Amazônia levou Migueis a investigar o comércio do piracatinga.

- O peixe vai para a Colômbia e para os Estados Unidos, onde é usado como aperitivo em restaurantes – explica.

botoA especialista em botos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Vera da Silva, estuda o animal da região de Mamirauá, no Amazonas, e faz um alerta:

- Temos percebido que cada vez mais há uma diminuição do número de botos na área – diz ela.

Com redução confirmada no número de botos e perto do maior mercado consumidor de piracatinga, a região de Mamirauá concentra os casos de matadores de aluguel para o animal. Mas denúncias do pesquisador português Antônio Migueis mostram que o mesmo problema ocorre perto de Santarém, no Pará.

- O boto sempre foi considerado importante para o folclore e para a cultura da região e agora ele está sendo utilizado como isca – diz Vera.

A matança de botos nos rios da floresta é considerada crime ambiental. Há dez dias, o Globo Amazônia reportou que agentes no Brasil não conseguem fiscalizar a atividade ilícita no país. No início de maio, moradores no Peru relataram ter encontrado 200 botos mortos nos últimos dois anos. Há cerca de um ano, outra reportagem mostrou como funciona a venda de olhos de boto-cor-de-rosa como amuletos em mercados do Norte do Brasil.

Notícia extraída daqui.

Pesquisando na internet, encontrei neste site uma breve definição deste animal tão lindo e inteligente:

Boto cor-de-rosa – Boto da Amazônia

Quem é este animal aquático?

O Boto Cor-de-Rosa é um dos mamíferos mais característicos dos rios da Amazônia. Vive em águas parcialmente rasas, seu alimento preferido são peixes de couro como o bagre. Nada na floresta inundada na época das cheias e se locomove sem problemas mesmo quase sem visão nas águas turvas ou negras destes rios.

Após anos vivendo nestas águas, seu senso de visão se reduz, e seus olhos ficam menores. Outra peculiaridade do Boto da Amazônia é a saliência em sua cabeça chama-se “melão”, por onde ele emite ondas ultra-sonoras – como um sonar – que o orienta nas águas negras.

O Boto é uma criatura curiosa e como seus parentes do mar, possuem atitudes amistosas em relação ao homem e dão prova de grande inteligência (…).

E neste site aqui, encontrei varias lendas da Amazônia recontadas pela autora do site, muito interessantes e também há a lenda do boto que segundo a autora, está muito ligada às festas juninas que já começam a surgir por esse Brasil afora.

A Lenda

A lenda do boto é mais uma crença que o povo costumava lembrar ou dizer como piada quando uma moça encontrava um novo namorado nas festas de junho.

É tradição junina do povo da Amazônia festejar o nascimento de Santo Antonio, São João e São Pedro. Em estas noites se fazem fogueiras, se atiram foguetes enquanto se desfrutam de comidas típicas e se dançam quadrilhas e outras danças ao som alegre das sanfonas.

As lendas contam que em estas noites, quando as pessoas estão distraídas celebrando, o boto rosado aparece transformado em um bonito e elegante rapaz mas sempre usando um chapéu, porque sua transformação nao é completa, pois suas narinas se encontram no topo de sua cabeça fazendo um buraco.

Como um cavalheiro, ele conquista e encanta a primeira jovem bonita que ele encontra e a leva para o fundo do rio.

Durante estas festividades, quando um homem aparece usando um chapéu, as pessoas pedem para que ele o retire para que não pensem que ele é um boto.

Vocês lembram daquele filme, “Ele, o boto“? O personagem do Boto foi vivido pelo ator Carlos Alberto Richelli.

E como um animal muito querido no imaginario de muita gente e da Marcela que gostaria de ter um na piscina da vovó para poder brincar com ele,  lembro-me também da linda canção de Tom Jobim, o meu mestre soberano, chamada, O Boto, aqui para vocês ouvirem na interpretação do Quarteto Jobim/Morelembaum.


Lenda do Boto extraída deste site aqui.

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Tags: , , , , , , , , Esse texto foi postado em quarta-feira, 9 de junho de 2010 às 13:36 nas categorias Animais em extinção, Crime Ambiental, Natureza, animais, meio ambiente, Águas. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

8 Comentários para “CRIME AMBIENTAL: os botos da Amazônia pedem socorro!!”

  1. Beth Q. escreveu:

    Ai, Sonia, que notícia triste esta e fui ler logo antes de dormir!
    Fiquei por demais consternada, não é possível que isto esteja acontecendo aqui e ninguém tome uma providência imediata.
    Se eu soubesse fazer um desses selos para colocar em blogues, ia liderar um movimento contra esta matança.
    Será que tem alguém aqui que se habilite e pegue esta idéia?
    bjs

  2. Albuq escreveu:

    Fiquei chocada Sônia!
    Ai depois os homens ficam reclamando das catástrofes da natureza, sem se dá conta que eles colaboram insistentemente para que a natureza se rebele.

    Muito triste,
    Márcia

  3. Meire escreveu:

    Que horror!
    O Bicho homem é muito cruel, sem limites, espero que se faça algo para por fim nisso.

    bjs

  4. georgia aegerter escreveu:

    Que coisa triste e lamentável, Sonia. O Daniel dor os golfinhos e até já vimos um cor de rosa por aqui trazido da Amazônia.
    Depois o homem diz que nao consegue ser feliz. Será que ele nao sabe por quê?

    Estou chocda!

    Bjus

  5. lelinha escreveu:

    Simplesmente,o homem não conhece a diferença de amar e ser amado!Ele é cruel,idealista de seus maus princípios,hipócrita!Com grandes descobertas,os botos fazem bem a uma criança que precisa de boto-terapia,e esses que se dizem homens, será que não enxergam o mal que estão fazendo?
    Imagine você homem cruel, se um filho seu precisasse de uma boto-terapia e esse lindo animal não existisse mais o que você faria,certamente tiraria a sua vida ,pois ia morrer de remoço pelo fato de não ter uma ajuda para seu filho,sabemos que existem varias formas de ajuda,então ajude você também ,deixe viver uma vida!
    Eu amo os botos,convivi com eles na minha infância quando atravessava os rios,apesar do medo aprendi que eles não podiam me fazer nenhum mal,acreditava em sua lenda!
    Mas,hoje eu vejo que quem nos faz mal é o homem!

  6. sonia mendonça escreveu:

    Estou perplexa em saber que o homem continua cometendo tanta barbárie.Estava a procura de um artigo científico sobre golfoterapia e não achei.Caso vc saiba peço-te o favor de me informar.Minha filha está fazendo monografia e seu projeto é sobre ecoterapia etc…..Só está faltando sobre a golfoterapia(artigo científico).Parabens pelo seu blog.Amei o cantinho da borboleta azul.Parbenizo-a também por ser defensora dos animais e da natureza.Que Deus te abençoe.Sempre falo que enquanto o homem não souber respeitar os animais e a natureza,jamais poderá ´respeitar o próprio homem.Que tenha uma boa semana.Até +.

  7. sonia mendonça escreveu:

    Oi Sônia,houve um engano no meu comentário anterior:o artigo não é sobre golfoterapia e sim bototerapia.Grata.

  8. Sonia H. escreveu:

    Olá, Sonia,

    Infelizmente o homem está cuidando muito mal da natureza como um todo!
    Sugiro que a sua filha procure no Google Scholar sobre bototerapia! Não saberia te dizer sobre artigos acadêmicos.
    Boa Sorte!
    Obrigada por me visitar! Volte sempre!

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.