We shall Overcome!

Esta música gospel americana possui uma letra simples, porém a mensagem contida nela exprime tudo o que mais desejo para a minha cidade e para nós habitantes do Rio de Janeiro. ‘Overcome’ significa superar algo, alguma coisa.
Esta canção era considerada uma espécie de hino na luta pela igualdade entre os cidadãos afro-americanos e os brancos, na década de 1950, quando Martin Luther King Jr em seus discursos e ações lutava pela igualdade entre o povo americano – tudo através da não-violência. Naquele momento, os afro-americanos não tinham direito a nada. Era a época da segregação racial, não podiam votar, possuiam lugares pre-determinados nos ônibus para que não se ‘misturassem’ com os brancos, uma fase horrível – algo inimaginável nos dias de hoje, quando ‘viajamos’ para o ano de 2009 e presenciamos a vitória de um afro-americano nas eleições presidenciais americanas – imagine como Martin Luther King não teria adorado presenciar tal conquista!
Pensei nessa canção como uma espécie de analogia com a situação que vivemos hoje no Rio de Janeiro – sei que o cerne da questão não é de ordem racial, mas o fato é que hoje, no Rio de Janeiro, vivemos segregados também, pois estamos cada vez mais perdendo nosso direito primordial: o direito de ser livre. A violência tem nos tirado a liberdade – não podemos sair mais em paz já faz algum tempo. E parece que está cada vez pior…. :-( (
A violência determina que tenhamos horário para voltar para casa: minha mãe me pede: “Sonia, não passe pela serra, é muito perigoso”, ” me liga assim que chegar em casa…”.

Eu quero o meu Rio de Janeiro de volta!!!!

Agora, podem me chamar de louca, de doida varrida, lélé da cuca, sonhadora… porque, mesmo diante de tanta desgraça, eu guardo sim um fio cristalino de esperança dentro de mim – talvez este seja o meu antídoto para continuar vivendo aqui no Rio de Janeiro – a esperança em um Rio de Janeiro onde possamos sair e voltar para nossos lares sãos e seguros. Gente, isso é pedir muito???
Mas atualmente estou muito amedrontada com todos esses conflitos. Os bandidos cada vez mais poderosos e eu acho que nós cariocas nos sentimos mais desamparados ainda com a queda daquele helicóptero.

O nome deste quadro do post é Peace on Earth, de Renie Britenbucher, retirada daqui.
Não é lindo? O site da artista tem cada um mais lindo do que o outro.
Se puderem, escutem a canção cantada pela Diana Ross, acompanhada por uma bela orquestra, numa apresentação em Budapest, 1996. Sao um pouco mais de 5 minutos e é muito bonita a apresentação.

We shall overcome
Diana Ross

Deep in my heart
I do believe
Someday We’ll all be free
Someday we’ll all be free
I may not know
How long it will be
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
Hold on my brother
Give me your hand
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
Learning to love
We’ll find our way
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
We shall overcome
We shall overcome
Someday…………………
Deep in my heart
I do believe
We shall overcome
Someday ………………..
We shall overcome
We shall overcome
We shall overcome
Someday………………..
Deep in my heart
I do believe
We shall overcome
We shall overcome
We shall overcome
Someday…………..
Deep in my heart
I do believe
Someday we’ll all be free
Someday we’ll all be free
We shall overcome
Someday

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em segunda-feira, 19 de outubro de 2009 às 22:36 nas categorias Diana Ross, esperança, música, we shall overcome. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

6 Comentários para “We shall Overcome!”

  1. Aninha Pontes escreveu:

    Sonia querida:
    A música é linda. Diana cantando, muito mais lindo. E o sonho, esse, lindo e possível.
    Queremos apenas viver livres, livres dos pesadelos da violência, que nos faz reféns do medo.
    Será real.
    Um beijo

  2. Beth/Lilás escreveu:

    Oi, Soninha!
    Como você está hoje por aí?
    Tenho me preocupado muito com amigos que moram por estes lados e a maior dó que tenho é não ter coragem para visitá-los depois desses acontecimentos.
    Isso não é vida, ninguém merece!
    Espero que esteja tudo bem contigo e sua família.
    Deus nos proteja, amém!
    bjs cariocas

  3. Sonia H. escreveu:

    Aninha,
    Eu senti a força na sua palavra. Também acredito que será real, mas acho que para meus netos, talvez.
    Só espero estar viva para ver o Rio sem essa violência.
    Beijos querida,

  4. Sonia H. escreveu:

    Beth querida,
    Muito chato você voltar de dias maravilhosos e cair de pára-quedas nessa realidade tão diferente e da qual queremos distância.
    Estou bem, graças a Deus, mas a região de conflito é próxima – afinal estamos ilhados nessa cidade cheia de morros, não é?
    Não vejo a hora as coisas acabarem. Vou sempre à Uerj e lá é bem próximo.
    Beijos,

  5. sonia a. mascaro escreveu:

    Eu também desejo o mesmo para a sua cidade.
    Emocionante este post!

    Obrigada pela sua visita ao meu espaço.
    Beijos e um ótimo final de semana.

  6. Georgia escreveu:

    Sonia, tô aqui emocionada; sei bem o que é isso. Já há 20 anos atrás eu via na Av. Presidente Vargas e Rio Branco eles incendiarem os ônibus e isso já há 20 anos; imagina agora como tudo nao é.

    Espero querida, que esteja tudo bem com vc e sua família.

    Que Deus te abencoe e a Diana Ross cantando essa música é uma verdadeira oracao.

    Um grande beijo

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.