Movimento Natureza

Hoje, 22 de abril, aniverśario dos 509 anos do descobrimento do Brasil também é o dia estabelecido para postarmos nossas iniciativas em prol da natureza e da vida sustentável – um Brasil do recomeço, da reconstrução da natureza que está sendo destruída em velocidade assustadora. As amigas Georgia do Saia Justa e Beth do Mãe Gaia o intitulam um Movimento na Natureza para um Brasil Novo.
Como é que fazemos quando nossa casa está uma bagunça descontrolada? Não precisamos recomeçar? Reorganizar e por tudo em ordem novamente? A nossa casa está no âmbito do microcosmo. E no macrocosmo? E o mundo que nos cerca? O que percebemos é que o mundo e a vida propriamente dita nos escapam das mãos, dos olhos e de todos os nossos sentidos em velocidade estrondosa. E nós precisamos fazer alguma coisa. Já está mais do que na hora de interrompermos este ciclo de destruição. Às vezes, confesso que me bate um pessimismo chato, pois penso que sou um pontinho neste mundão, que eu separo o meu lixo, por exemplo, mas o próprio porteiro não tem essa consciência e muitas vezes mistura o lixo que eu já havia selecionado por categorias ( plástico, papel, vidro, etc) e joga tudo junto …. Se querem saber, não conseguiria fazer diferente, sinceramente, pois a minha consciência me diz que é o que tenho e devo fazer…
Um dia desses, meu marido estava conversando com um motorista de taxi que o levava para o trabalho e ele dizia do lugar onde vivemos: “eu passei a minha infância neste bairro”. Continuou ele: “Eu guardo lembranças maravilhosas de uma época quando íamos pescar no riacho perto de casa e nós conseguíamos muitos peixes….” Fiquei pensando na história que meu marido ouviu do taxista e pensei, lamentando, como a situação mudou, pois tal riacho nem existe mais por aqui…. que dirá peixe…. Aliás, eu nem sabia da existência de um riacho no passado…. pois muito já foi perdido e a nossa geração só fica sabendo assim, através dos mais velhos….
A devastação é enorme, não somente na Amazônia…. aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, a expansão das favelas rouba a cada dia hectares de floresta da Mata Atlântica…. Será que os muros que a prefeitura está construindo realmente vão frear a devastação?
Estas são questões que convergem para um pensamento que grita por ação como a Georgia mencionou em seu blog quando sugeriu este Movimento: pois sozinhos não chegamos a lugar algum, e se cada um de nós nos conscientizarmos da importância de reflorestar o planeta, poderemos recuperar a saúde de nossos habitats, de nossos ecossistemas. E como fazemos isso? Começando pela nossa casa mesmo, pelo nosso quintal.
Eu adoraria ter um quintal enorme pois nele certamente não iria faltar árvore frutífera, bem aos moldes do quintal da Aninha que vejo nas fotos maravilhosas que ela publica em seu blog.
Outra tipo de árvore que amo são os pinheiros de todas as espécies…. Bem, mas a minha iniciativa então foi plantar uma árvore no quintal de minha mãe. Lá já existem várias árvores, mas conseguimos um espaço para mais uma! A ‘cerimônia’ aconteceu no dia 19 de abril, com a ajuda de minha filha Marcela e sobrinha Maria Clara. Plantamos um pé de lichia que eu espero que pegue! Ultimamente temos encontrado lichia nos mercados por aqui no Rio. E esta fruta é deliciosa, vocês conhecem? Eu a conheci na Holanda, nos restaurantes chineses, pois nunca havia visto na minha vida…

Bem, é assim que eu espero que a nossa árvore fique mais tarde! Repleta de frutos! (fonte da foto aqui).

Como combinado, fizemos o registro deste momento histórico – quando plantamos o nosso pé de lichia!
Na primeira foto, eu, Marcela e Maria Clara segurando a mudinha da lichia! O detalhe é que eu havia comido dessa fruta na casa de minha irmã e guardei as sementes e aqui está uma daquelas sementinhas que eu guardei! Confesso que fiquei emocionada quando vi a plantinha brotando no meu vaso! (p.s. foi um lapso a minha sobrinha ter saído cortada na foto….)

Nesta segunda foto, estou plantando a nossa árvore.

Nesta terceira foto, voilá, nossa árvore já plantada e futuramente, se Deus quiser, ela nos dará muitos frutos deliciosos.
Georgia e Beth, obrigada por mais esta iniciativa!

P.S2. Esta frutinha cor de laranja no chão é uma acerola. Aliás, em breve, vou fotografar as árvores do quintal da minha mãe para vocês conhecerem. Tem um pé de carambola, acerola, caju, coqueiro, mangueira. Umh…. já deu água na boca, não?

Tenho certeza que nós conheceremos iniciativas maravilhosas e únicas dos muitos blogueiros que aderiram ao movimento, que como o nome diz, não é estático – afinal, este é somente um pontapé inicial, não é Georgia e Beth?
O endereço do Movimento Natureza é http://movimento-natureza.blogspot.com/

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em quarta-feira, 22 de abril de 2009 às 01:00 nas categorias Devastação da Natureza, Ecologia, Movimento Natureza, Reflorestamento, Sustentabilidade, esperança, Árvore. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

11 Comentários para “Movimento Natureza”

  1. Blog do Beagle escreveu:

    Sonia, é muito duro morar numa grande cidade e não ter um lugarzinho para plantar nem erva cidreira!
    Por favor, retifique a receita da pizza e ponha 1 colher de sobremesa de sal. BJkª. Elza

  2. Georgia escreveu:

    Sonia, mas você encontrou uma muda de planta bem especial. Aliás ela te encontrou, rs.

    Ela gritou e pediu para ser plantada. Fiquei arrepiada.

    Quem sabe foi mesmo a Mae Natureza nos dizendo que está pronta a nos perdoar…

    Lindo, amei.

    Obrigada

  3. Su escreveu:

    Gente, que lindo!!!!!
    Muito perfeito o seu texto e a sua árvore vai render ótimos frutos!!!
    Beijoos

  4. Beth/Lilás escreveu:

    Sonia, querida!
    Obrigada pela linda participação ao nosso Movimento!
    E como está linda sua filhota!
    A lichia é simplesmente uma das frutas mais gostosas que eu já comi e vou torcer para que esta muda, plantada com tanto carinho e empenho para um mundo melhor, venha a dar seus frutos para que um dia, quem sabe, possamos comê-los juntas.
    Ah, tô tão feliz com tante gente fazendo essas coisas belas e terem atendido nosso chamado!
    Brigaduuuuuuuuu, amiga linda!
    bjs cariocas

  5. Sonhos & melodias escreveu:

    Oi Sonia,
    Parabéns pela postagem. Espero que em breve, esse plantinha responda positivamente através de seu crescimento e frutos.
    Bjs

  6. Mírian Mondon escreveu:

    Olá Sonia!
    Que linda postagem a sua, parabens!
    Sabe que conheci a lichia em Sao Paulo uns dez anos atras, é delicia pura! Vamos torcer para que sua mudinha se transforme numa linda arvore e te presenteia ainda mais!

    Obrigada pelas amaveis palavras no meu blog! E por falar em blog que maravilha esse blog azul! Fiquei feliz em conhecer e vou voltar!

    Abraços!

  7. Rosamaria escreveu:

    Eu não pude participar pq estou fora de casa há mais de 10 dias, mas esta blogagem é de suma importância.
    Teu post ficou ótimo!

    Bjim.

  8. Cristiane Marino escreveu:

    Oi Sonia

    seu post é uma obra-prima, além de tudo envolvendo a família no movimento isso é muito lindo, Parabéns mesmo!

    bjokas

  9. Grace Olsson escreveu:

    Sonia, meu pai tinha um pé dessa fruta em Maceió…adorei seu pst. E a sua inciiativa tbm.-bjs e dias felzies

  10. Movimento Natureza escreveu:

    Sonia querida!
    Seu texto esta lá no Blog do M.Natureza.
    Obrigada.
    bjs cariocas

  11. Brasil Empreende escreveu:

    Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem: ‘Brasil será capaz de liderar a preservação da natureza no mundo???…’ Estamos realizando, também, enquetes e gostaríamos de contar com o voto de vocês.
    Sua visita será um grande prazer para nós.
    Acesse: http://www.brasilempreende.blogspot.com
    Atenciosamente,
    Sebastião Santos.

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.