Até quando, meu Deus?


Notícia de hoje no G1:

Cachorro encontra recém-nascido dentro de lixeira no Guarujá

Animal chamou a atenção de moradores, que levaram a criança ao hospital.
Bebê segue internado e ficará sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Um bebê recém-nascido foi encontrado em uma lixeira no Guarujá, a 86 km de São Paulo, na manhã deste domingo (30). O cachorro encontrou a criança e chamou a atenção dos moradores da região.

O bebê tinha o cordão umbilical amarrado com um fio dental. Ele estava dentro de uma mochila. Após acharem a criança, os moradores a levaram para o hospital.

O recém-nascido pesa 4,5 kg e está internado no Hospital Santo Amaro. Ele deve ficar sob os cuidados do Conselho Tutelar até que os responsáveis sejam localizados.

Poxa vida…. Há algumas semanas, nós fizemos uma blogagem coletiva sobre adoção e neste blog aqui muitos abriram seus corações e contaram sobre suas experiências. Falamos sobre o abandono, das dificuldades que é a adoção legal, do tempo de espera e eu falei sobre a “doação legal”, algo que estas mulheres cruéis deveriam pensar em fazer se não desejam ficar com seus bebês, Nesta postagem
Não pode ficar com seu filho? Não é crime doá-lo a quem gostaria de educar uma criança com amor. Agora, jogar um filho fora? Sinceramente, não é compreensível. Por mais que tente, não consigo entender. É cruel, é maldade, é abandono demais, é CRIME!!!
O que mais me entristece é que agora este bebê irá para o Conselho Tutelar, depois eles irão procurar a mãe biológica e a lei ainda estará ao lado desta mãe que jogou o filho no lixo.
Ela poderá se arrrepender, dizer que fez aquele ato horrível por desespero… bla… bla… bla.
E ela terá uma segunda chance.
Acho injusto. Acho perigoso. É cruel demais. Esta criança merece ter outra mãe. POIS A MÃE É QUEM DÁ AMOR.

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em segunda-feira, 1 de dezembro de 2008 às 12:29 nas categorias Abandono, criança, violência. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

9 Comentários para “Até quando, meu Deus?”

  1. Beth/Lilás escreveu:

    Um horror! Uma sequência de maus tratos às criancinhas está se propagando neste país. Todo dia tem uma história escabrosa e autoridades não se pronunciam firmemente.

    Você se lembra das antigas Assistentes Sociais? Cadê estas profissionais hoje em dia?!

    O Brasil cresceu em tantas coisas, mas no social continua sendo um verdadeiro fracasso! Enquanto isso quem paga o pato são as pobres crianças indefesas.

    Também acho que não deveriam nunquinha devolvê-la para uma mãe assassina dessas! Mas, vai lá tentar alguma coisa? Espera e mais espera e aí muita gente desiste.

    bah É melhor eu nem começar minhas indigações, vão me chamar de velha!

    bj carioca

  2. Suelly Marquêz escreveu:

    SÔNIA, apesar de noticias que nos deixam horrorizados,ainda vemos a natureza DIVINA, sendo atuada atravesdo mundo animal, DEUSémaravilhoso, e esteser, bebê recem nascidoque o cachorro encontrou, deverá ser abençoado mesmo, pois se sua mãe decretou lhe a morte, A NATUREZA VEIO EM SEU AUXILIO, E SALVA-O ele é um messias, pois ne não fora pelo faro o cachorro não reconheceria nesta mochila , UM FILHO DE DEUS, que deverá ter uma familia que o acolha pois ele já veio coma estrela de salvação, quem sabe o que será no futuro?nada podemos saber deste futuro o que importa é que ELE VIVE,e naquele abandono houve um ser que o identificou- o como seu proximo- o cachorro!
    grande abraço, e obrigado pela visita,

  3. Bete escreveu:

    Ola Sonia
    Também fiquei horrorizada.
    Não existem palavras para definir uma atitude dessas. É muita crueldade.
    Um beijo no coração e uma ótima semana

  4. luzdeluma escreveu:

    Sônia, que coisa mais terrível!! Que leva uma mãe cometer uma insanidade desta? Imaturidade, loucura, falta de apoio da família, febre puerperal? São tantos e ao mesmo tempo, nenhum motivo deveria existir para tal crime. Sim, um crime contra a vida. Uma mãe que dá a vida ser comparada a uma assassina!!
    Que a mãe seja encontrada e apresente as suas justificativa. O filho há de saber mais tarde. Mais triste ainda isto! Meu Deus, que mundo!! Beijus

  5. Cristiane A. Fetter escreveu:

    Até quando as leis não forem realmente eficazes.
    Sei lá o que se passa ca cabeça da criatura que abandonou o bebê.
    Porque não pensou nisso na hora de fazer?
    Fico muito chateada com situações assim.

  6. Georgia escreveu:

    Isso me parte o coracao. Por quê?

    Espaco novo por aqui? Mai espaco para escrever? Muito bom.

    Vc está sabendo dessa blogagem? Fiz um convite no meu blog, mas vc poderá confirmar se deseja participar no link abaixo.

    Blogagem Coletiva Direitos Humanos 2008 II (Aval das Nações Unidas)

    Maiores informacoes aqui:

    http://fenixadeternum.blogspot.com/2008/11/direitos-humanos.html

    Um abraco e boa noite

  7. Fernanda escreveu:

    A sério, Sonia?! Vão entregar o bebé a essa “mãe”?! Abomino legisladores que privilegiam o sangue em detrimento de tudo o resto!
    Pobre criança….

    Bjos

  8. Sonia H. escreveu:

    Fernanda,
    Eu realmente espero que a mulher que teve este bebê e depois o jogou fora como lixo não tenha uma segunda chance. Mas quase sempre é assim que funciona.
    Beijos,

  9. Blog do Beagle escreveu:

    Sonia, cada vez que ouço uma noticia de criança abandonada eu choro. Eu optei por não ter filhos. Não quis ser mãe e não me arrependo. Quem teve o filho, querendo ou não, que o embale ou ceda para quem possa querer, mas abandonar, nunca! É o fim! Bjkª. Elza

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.