Outubro Rosa e a Campanha: não aceite informação pela metade


A Meire fez o chamado e aqui estou para divulgar a campanha Outubro Rosa, contra o câncer de mama. Sabemos o quanto é importante estarmos antenadas com nosso corpo assim como termos a iniciativa de procurarmos todas as informações possívels sobre o que devemos fazer para nos prevenirmos dessa terrível doença.
A campanha foi idealizada pela FENAMA.
Destaquei alguns ítens relevantes encontrados neste site e os reproduzo em seguida: são as coisas que preciso/precisamos saber sobre o câncer de mama. ( informações extraídas daqui).


MITOS E VERDADES
Data da Publicação: 19/6/2008

A palavra câncer ainda é motivo de susto para muitas pessoas. A sua aura de fatalidade ainda acarreta impressões falsas de que o câncer é inevitavelmente sinônimo de morte. A palavra câncer tem origem latina e significa, literalmente, caranguejo.

Ocasionalmente, a interpretação de fatos relacionados ao câncer ou uma generalização de um caso isolado da doença, assim como especulações, acabam por confundir a realidade da situação.

O câncer tem cura?

O câncer tem cura, mas depende do quão avançado ele se apresenta. A extenção inicial da doença é denominada estádio clínico, que vai do estádio I ao IV. O estádio é definido de acordo com o tamanho do tumor, e se existe ou não espalhamento da doença, chamado metástase. Quanto menor for o estádio da doença maior será a chance de cura. Por isso é muito importante a realização do diagnóstico precoce.

O câncer é contagioso?

O câncer não pode ser transmito por contágio como resfriados, por exemplo. Mas certos vírus propensos a provocar alguns tipos de câncer podem ser transmitidos por contato sexual, transfusão de sangue de má qualidade ou seringas contaminadas. O Câncer de mama não é provocado por vírus, portanto não é contagioso.

Todo tumor é câncer ?

A palavra tumor é atribuída a qualquer aumento de volume desenvolvido em qualquer parte do corpo. Não significa câncer. Quando as células crescem de forma organizada, sem invadir tecidos vizinhos, corresponde a um tumor benigno. Caso contrário, o tumor é maligno, esse sim, um câncer.

Desodorante antiperspirante pode causar câncer de mama?

De forma alguma.Não existem pesquisas ou estudos que comprovem a relação entre as duas coisas. O que pode acontecer é o entupimento de algumas glândulas sudoríparas, mas isso não afeta a mama.

Se eu faço o auto-exame de mamas todos os meses não preciso fazer mamografia?

O auto-exame das mamas não é capaz de detectar por si só, a existência do câncer de mama. O que se deve fazer é a conjugação de todos os passos do auto-cuidado das mamas, isto é, realizar o auto-exame todos os meses, fazer o exame clínico com seu médido anualmente, e a mamografia no periodicidade indicada por ele. Alguns cânceres de mama são detectados apenas com a mamografia. Outros são detectados apenas com exame médico, por essa razão, a American Cancer Society (ACS) também recomenda a mamografia, junto com o auto-exame e o exame físico feito por um profissional de saúde.

Amamentar protege o peito do câncer de mama?

A amamentação é muito importante como fator protetor. Mulheres que amamentam o primeiro filho mais cedo têm menos risco para o câncer de mama, embora ainda assim aconteça, mesmo tendo amamamentado várias vezes. Quando a mulher completa a gravidez e amamenta, as células mamárias chegam à sua maturidade, tornando-se mais resistentes a alterações genéticas.

Mamografias são dolorosas?

O procedimento da mamografia pode levar a um desconforto momentâneo devido à pressão exercida pelo aparelho sobre a mama. Mas a mamografia em si não é dolorosa. Para amenizar esse desconforto, as mulheres devem considerar seu ciclo menstrual na hora de agendar sua mamografia. O período mais adequado para o exame é logo após a menstruação.

O tecido denso das mamas, ou dos seios, em mulheres jovens impossibilita a visualização de tumores pela mamografia?

Apesar de ser verdade que densidade do tecido mamário nas mulheres jovens dificulta a visualização, essa continua sendo a única forma de detectar microcalcificações que podem ser sinais de um início de câncer de mama. A pratica do auto-exame regularmente continua sendo importante para essas mulheres. A ecografia também pode ajudar em casos de investigação de sintomas.

Pessoas na minha família tiveram câncer, terei também neoplasia porque o câncer é hereditário?

Ter histórico familiar de câncer pode ser um alerta para iniciar um acompanhamento com médico mais cedo. No caso do câncer de mama, de 5% a 7% dos casos são ligados ao fator herediário. Na grande maioria dos casos, as mulheres não têm parentes com câncer de mama ou mesmo outros cânceres.

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em quarta-feira, 1 de outubro de 2008 às 20:23 nas categorias Blogagem Coletiva, Contra o câncer de mama. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

6 Comentários para “Outubro Rosa e a Campanha: não aceite informação pela metade”

  1. Aninha Pontes escreveu:

    Sonia querida, quantas coisas precisamos ainda saber, nos interessar, descobrir?
    Acho bonito essa blogagem, acredito que podemos ajudar alguém.
    Um beijo

  2. Bete escreveu:

    Ola Sonia
    Vou postar algo sobre a campanha.
    É de extrema importancia.
    Ja retirei alguns nódulos (felizmente benignos), mas nao deixo de fazer meus exames anualmente.
    Bjs no coração

  3. Meire escreveu:

    Soninha, na sabia que estava participando, portanto somente agora estou linkando teu post ao meu.

    Bjs e obriagada.

    Meire

  4. Saia Curta escreveu:

    olá sonia ,obrigada pela gentil visita. muito boa a postagem sobre câncer de mama…
    parabéns!!!
    bom fim de semana!
    beijinhos

  5. Grace Olsson escreveu:

    Sonia, eu faço mamografia a cada seis meses.Acho importante.
    Beijos e dias felizes

  6. Sonia H. escreveu:

    Grace,
    Por enquanto, minha médica me pede uma anualmente.
    Beijos,

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.