DENGUE


Esta doença ainda está nos apavorando por aqui…Rezem por nós. Acho que somente a intervenção divina para ajudar o povo carioca, por que os governantes ainda não se entendem. E a dengue continua matando muitas crianças principalmente. :-(

RIO – A epidemia de dengue levou a rede pública de saúde no Rio entrar em colapso na terça-feira. Todas as 607 vagas de hospitais federais, estaduais e municipais reservadas para a vítimas do mosquito da dengue na Central de Regulação de Leitos estavam ocupadas. Também não havia mais lugar nos nove hospitais particulares contratados, inclusive fora do município, pelo governo do estado.

O esquema de guerra montado pelas Forças Armadas também já não consegue dar conta do exército de doentes que procuram suas unidades. No segundo dia de funcionamento, o hospital de campanha da Aeronáutica montado no Terminal Alvorada, na Barra, começou na terça a recusar novos pacientes, por volta do meio-dia. Enquanto isso, o Rio, acostumado a receber doentes de outras áreas, está exportando vítimas para cidades vizinhas ).

Cansados de esperar por atendimento nas longas filas das unidades públicas da capital – que obrigaram o estado até a importar pediatras -, muitos pacientes vêm procurado socorro em municípios vizinhos, que também têm recebido transferidos por falta de vagas. Só Niterói, considerada um oásis por não ter registrado até agora qualquer óbito nesta epidemia, já recebeu, desde o início do ano, 22 cariocas com sintomas da doença, que procuraram espontaneamente os hospitais de lá em busca de socorro. Já no Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, havia na terça-feira cinco pessoas internadas com dengue – quatro adultos e uma criança – que moram no Rio. Isto significa que quase um terço dos 18 leitos que a unidade reserva para pacientes com dengue está ocupado por cariocas.

Na terça-feira, enquanto o secretário estadual de Saúde reconhecia o sacrifício dos médicos no combate à dengue, o governador Sérgio Cabral criticava o Sindicato dos Médicos, que havia informado que deve entrar com uma ação contra a medida da Secretaria estadual de Saúde de convocar pediatras de outros estados para trabalhar no combate à dengue.
fonte:http://oglobo.globo.com/rio

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em quarta-feira, 2 de abril de 2008 às 12:51 nas categorias Dengue, Doença, Saúde Pública. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

5 Comentários para “DENGUE”

  1. Blog do Beagle escreveu:

    Soia, li, na Magui que a dengue é doença importada da China ou daIndia e que não tem predador aqui no Br e por isso o mosquito se espalha com tanta rapidez e perigo. Tá faltando outro Oswaldo Cruz por aí, não tá? Bjkª. Elza

  2. Georgia escreveu:

    Sonia, como isso me entristece. Até porque no final do ano passado fizemos uma blogagem sobre o assunto. Meu irmao há 5 anos perdeu a filhinha dele e minha amiga o marido. Isso é triste demais.

    Beijao

  3. Sonia H. escreveu:

    Nossa, Georgia,

    Nem me fale o desespero que é este momento no RJ. Há negligência por toda parte e no final, o absurdo é tanta gente estar morrendo por causa de um mosquito……….
    Lamento por sua sobrina e o marido da tua amiga. São tantas histórias, Geórgia… cada uma mais triste do que a outra.

  4. Alessandra escreveu:

    Olá Sonia

    Eu fico triste demais com esse post.

    Li seu comentário lá no blog e eu ouvi tantas coisas esses dias.

    Eu freq6uento um centro espírita e numa palestra disseram que se as pessoas morrem de forma trágica é porque fizeram algo em vidas passadas.

    Acredito em reencarnação, mas não dessa forma.

    A Yvonne Pereria diz que mais da metade das coisas que nos acontecem, não era para acontecer.

    Eu fiquei tão tssite que até repeti que não acreditava nisso.

    Ah, eu fico realmente desolada com essas explicações.

    Acho que voltamos para aprender e nos reeducar, mas não para sofrer ou morrer de forma trágica.

    Eu vou fazer um post melhor sobre a Yvonne Pereria. Ela morava no Rio de Janeiro.

    Beijos

    Alê

  5. Alessandra escreveu:

    Não saiu essa parte no meu comentário:

    Georgia

    Sinto muito pelo que aconteceu com seu irmão e sua amiga.

    Beijos

    Alê

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.