"Abre aspas para a poesia"


Hoje temos blogagem coletiva! Fui convidada a publicar uma poesia que eu goste aqui no Cantinho e adicionar uma pequena biografia sobre o autor/a. Tenho vários poetas prediletos mas hoje gostaria de homenagear uma autora talvez não muito conhecida do grande público. Chama-se Roseana Murray.
Eu sou uma apaixonada por literatura infantil, infanto-juvenil.
Não sou muito adepta aos rótulos, mas a Roseana é conhecida no meio literário como escritora de literatura infantil... Eu sou adulta e amo a sua poesia, pois para mim, poesia não tem idade.
Aqui está uma breve biografia sobre a Roseana extraída de seu próprio site e se quiser ler até o final, dê uma clicada lá:

Nasceu no Rio de Janeiro em 1950. Graduou-se em Literatura e Lingua Francesa em 1973 (Universidade de Nancy/ Aliança Francesa).

Publicou seu primeiro livro infantil em 1980 (Fardo de Carinho, ed. Murinho, R.J). Em 2007 tem mais de 50 livros publicados. Tem dois livros traduzidos no México (Casas, ed. Formato e Três Velhinhas tão velhinhas, ed. Miguilim/ Ibeppe) . Seus poemas estão em antologias na Espanha. Tem poemas traduzidos em seis linguas ( in Um Deus para 2000, Juan Arias, ed. Desclée e Maria, esta grande desconhecida, Juan Arias, ed. Maeva.).

Recebeu o Prêmio O Melhor de Poesia da FNLIJ nos anos 1986 (Fruta no Ponto, ed. FTD), 1994 (Tantos Medos e Outras Coragens, ed. FTD) e 1997 (Receitas de Olhar, ed. FTD).

Tenho um livro dela chamado Receitas do olhar, pulicado em 1997 que eu amo lê-lo e relê-lo! Escolhi 5 poemas curtos para vocês desfrutarem do olhar aguçado, delicado e ao mesmo tempo simples de olhar a vida na poesia de Roseana Murray:

Receita de abrir o coração

a chave é pequena

de ouro e coragem

o coração é labirinto viagem
muralha abismo trapézio
porta aberta para o ouro
gaveta aberta para a vida

Receita de viajar no tempo

andar para trás para trás para trás
dar a mão para a mãe para a avó-bisavó
feche os olhos abra os olhos feche e abra
a porta da roda da morte e da vida

essa é a dança ciranda do tempo
entre na água no meio do vento
e semeie futuro em terra azul

Receita de desamarrar os nós

desamarre os nós do sapato
depois desamarre os pés
desamarre os laços inúteis
os nós do que não serve mais
desamarre o barco do cais
os nós das janelas
e então deixe que o vento….


Receita para dias de chuva

dia de chuva é para viajar
na neblina e no vento
para dentro para dentro

um livro fechado espera
que se abram as suas portas
com as chaves do pensamento


Receita de espantar a tristeza

faça uma careta
e mande a tristeza
pra longe pro outro lado
do mar ou da lua

vá para o meio da rua
e plante bananeira
faça alguma besteira

depois estique os braços
apanhe a primeira estrela
e procure o melhor amigo
para um longo e apertado abraço


Se quiser ler mais poesias, visite este site aqui e acompanhe as publicações nos blogs participantes.

Bookmark and Share
Related Posts with Thumbnails

Esse texto foi postado em segunda-feira, 28 de abril de 2008 às 01:25 nas categorias Blogagem Coletiva, Poesia, Roseana Murray. Você pode seguir as respostas pelo RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou trackback do teu próprio site.

10 Comentários para “"Abre aspas para a poesia"”

  1. denise escreveu:

    Sonia,que delícia esses pedacinhos da Roseana! Amei!
    beijo,menina

  2. Georgia escreveu:

    Sonia, eu gostei muito da receita de espantar a tristeza, rs.

    “Fazer uma careta,” ai que bom!
    “Ir para o meio da rua e plantar uma bananeira”, kakakkakaka, acho que já nao consigo mais fazer isso nao, rs.

    Muito interessante.

    Boa semana

  3. Meire escreveu:

    Oi Sonia, eu ja’ tinha ouvid falar desta escritora em algum blog, talvez no teu mesmo.
    gostei da receita de desamarrar os nòs.
    Bjs

  4. Lunna Montez'zinny escreveu:

    Pois meu amor tem um pouquinho disso tudo. Como é bom ler um poema assim, sem pressa, no final da tarde – quando o sol se perde sem pressa e se ausente em silêncio.
    Grata pela sua participação.
    Abraços meus e desejos de uma linda semana para sua alma.

  5. Aninha Pontes escreveu:

    Sonia querida, são lindas as poesias.
    Para você que gosta de literatura infantil, eu recomendo os livros da Vivina Assis Viana, ela escreve com a alma. A gente percebe poesia até nas entrelinhas./Nos faz viajar.
    Um beijo

  6. Leonor Cordeiro escreveu:

    Fiquei muito feliz com a sua escolha.
    Entrevistei Roseana para as crianças que frequentam o meu blog O MUNDO ENCANTADO DE CECÍLIA MEIRELES.
    Ela é especial.Lindos poemas! Linda Roseana !
    bjs!
    Leonor Cordeiro

    “dia de chuva é para viajar
    na neblina e no vento
    para dentro para dentro

    um livro fechado espera
    que se abram as suas portas
    com as chaves do pensamento.”

  7. Ana escreveu:

    Delícia!
    Amei!!
    Receitas perfeitas para adultos que tem alma de criança! Que bom!

  8. luiza escreveu:

    olá! gostei muito desse espaço parabéns, Sou professora de literatura e fico feliz que existem espaços como esse para meus alunos visitarem…
    Luiza Almeida

  9. Andréa Motta escreveu:

    Linda escolha! Bom feriado!

  10. Alessandra escreveu:

    Olá

    Adorei a Receita de Abrir o Coração e Receita de Viajar no Tempo.

    Beijos

    Alê

Deixe um comentário



XHTML: Você pode usar esses códigos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode demorar um pouco para mostrar o comentário. Não será preciso postar de novo.